25 de abril de 2017

Por onde anda a lógica no nosso país?


No próximo mês termina a validade do meu cartão de cidadão e, na semana passada, resolvi ir renová-lo. Alguém me disse que se pedisse, na Segurança Social, uma declaração em como estava desempregada e não recebia qualquer tipo de subsídio do Estado, não teria de pagar os 15€. Assim fiz! Fui buscar a tal declaração e no mesmo dia, desloquei-me ao registo para fazer a renovação.

Como é normal neste tipo de locais, há sempre imensa gente a tratar dos mais variados assuntos e, por isso, tive de esperar bastante. Mas esse foi o menor dos problemas porque tenho mais que tempo. No entanto, quando chegou a minha vez, apresentei a declaração e foi-me dito que a mesma não servia porque só quem recebe um apoio como o rendimento social de inserção, mais conhecido como rendimento mínimo, é que tem direito à isenção. Agora eu pergunto, onde está a lógica disto? Tudo bem que o RSI não é um subsídio por aí além e não ajuda muito, mas não receber nada, não é pior?
A senhora disse que teria de me deslocar à Junta de Freguesia e pedir um atestado de insuficiência económica, mas que era difícil alguém de lá mo passar, a não ser que conhecessem pessoalmente a minha situação ou que levasse testemunhas. 

Obviamente, eu não iria ficar pobre com menos 15€ no bolso, mas se teria a hipótese de não os gastar, era bem melhor, certo? Acabei por fazer o cartão na hora, porque não ia estar a perder tempo a pedir uma declaração que, muito provavelmente, não me iriam dar, e ter de voltar novamente ao registo e esperar não sei quanto tempo para ser atendida. 


17 de abril de 2017

Porto | Jardins do Palácio de Cristal

Sempre fui, e continuo a ser um pouco, daquelas pessoas que gosta de passear acompanhada. No entanto, a vida fez-me perceber que se quiser conhecer lugares e viver novas experiências, terei de o fazer, muitas vezes, sozinha, senão não o faço de todo!
Na última vez que fui ao Porto, aproveitei o tempo solarengo e andei a pé por alguns pontos da cidade e uma paragem obrigatória foi nos Jardins do Palácio de Cristal. Não me lembrava da última vez que lá tinha ido, sinceramente, mas ainda bem que o fiz!

É um ótimo local para passear, respirar ar puro, apreciar a vista magnífica sobre o Rio Douro, ou simplesmente deitar nos jardins a apanhar sol e ouvir o som dos pássaros. Apesar de ter sempre pessoas a visitar, consegue-se perfeitamente relaxar e descansar, aproveitando a tranquilidade que o espaço nos proporciona. 





10 de abril de 2017

Outfit #4

(clicar nas imagens para mais informações)

3 de abril de 2017

Boa música #15


Martin Garrix ft Dua Lipa - Scared To Be Lonely

31 de março de 2017

Recordações de Março


Como tinha dito no final do mês passado, esperava que Março fosse, no mínimo, igual a Fevereiro. Apesar de não me ter trazido nenhuma novidade em termos profissionais, faço um balanço positivo! Continuo a ter imenso tempo livre para fazer novas descobertas e, por isso, deixo-vos as minhas recordações deste mês.